Sala de imprensa

Em novembro de 2018, José Patrício participa de duas exposições coletivas e apresenta duas mostras individuais. As coletivas são:  Géométries Sud, du Mexique à la Terre de Feu (Fundação Cartier, Paris, França), com a obra Rupturas (2002); Xiàn Chang / West Bund Art and Desing 2018 (Shanghai, China), com a obra 280 dominós (2000). As individuais são: Precisão e Acaso (Museu Mineiro, Belo Horizonte, Minas Gerais), com curadoria de Felipe Scovino; Algorithm in ‘Object Recognition’ (Pearl Lam Gallery, Hong Kong), com curadoria de Sarina Tang.

Clipagem

Folha – 02/07/2018 Folha – 02/07/2018 Folha – 02/07/2018